Suicídio - Só o amor não basta ou Quando o amor não é suficiente. Reflexões sobre o autoextermínio pela ótica do terapeuta

O diagnóstico equivocado ou tratamento incoerente de uma enfermidade psiquiátrica potencialmente letal ou mesmo subestimar a gravidade de um risco suicida podem ter trágicas consequências.


titulo

Faça login abaixo se você é membro premium, ou conheça todos os benefícios de ser um membro premium no psico.club.

Logar-seQuero conheçer todos os benefícios!